1 de mai de 2010

Libra Barcelona

O Libra Barcelona                                                                                                      Aleksandr Labas
fundeado à minha janela
espera a decisão de com ele
ir aos mares de sargaço e óleo.

Se na hora mais clara do dia
eu me agarrasse à sua quilha
descobriria outros portos
no coração ávido do mundo.

Mariheiros indiferentes
andam em faina pelo convés
e avistam os cotornos de cidades
debruçadas em sombras sobre as águas.

Acenam em várias línguas
aos prédios e telhados.
Aos barqueiros que passam
e às moças de lábios molhados
que esperam no porto por eles.

(Margareth Franklin - in Terra - 1998)

Nenhum comentário:

Postar um comentário